CONHEÇA MAIS NOS MENUS ACIMA

SIGA TAMBÉM NO FACEBOOK

Planos para o Ano Novo

O ano novo já está correndo... um dia após o outro... o tempo passa rápido, cada vez mais rápido... e sem percebermos, aqueles planos que fizemos no fim do ano podem ficar para trás, sem se realizarem. 

Você já começou a agir? 

Os planos, quando registrados, são mais realizáveis. Experimente escrevê-los em algum lugar ou montar um painel com imagens sugestivas, tudo para poder se lembrar sempre deles. O que quer de mais importante para o ano? Não se preocupe em ter muitos objetivos, no máximo 3 já lhe darão muito o que fazer!!! 

Depois de pensar em coisas que quer realizar, pense em metas para elas, em como poderá acompanhar sua evolução. Se você tiver um valor de referência, pode medir seu progresso e contabilizar seus sucessos. É grande? Divida-o em sub-metas. 

Tipo assim: se quer emagrecer 10 quilos no ano, pode colocar uma submeta de 2 quilos até tal data, depois outra e outra até o prazo final. Se quer correr a próxima São Silvestre, coloque sub-metas de começar o preparo físico até tal data, depois fazer uma primeira corrida de poucos quilômetros até tal data e num crescendo de conquistas até a realização total.  

O importante, para quaisquer que sejam os seus planos, é simplesmente começar. Não deixe passar mais tempo, comece! 

E muito sucesso para você nesse novo ano!

Lançamento do livro: O Segredo do Sucesso Pessoal


É com alegria que divulgo o último lançamento da Editora Ser Mais: o livro O Segredo do Sucesso Pessoal - Lições de grandes mestres de Coaching, Mentoring, Programação Neurolinguística para uso pessoal e resultados imediatos, onde participo com o artigo A Personalidade do Sucesso. 

"Diferentes pontos de vista podem levar a um mesmo denominador. Assim como existem inúmeras histórias de vida e objetivos, quando se trata de alcançar o sucesso, há vários caminhos. Imagine que neste livro você tem acesso a muitos deles e pode aumentar as chances de conquistá-lo antecipadamente. A ciência é a base para os métodos que estão aqui e a prática confirma sua aplicação. Se deseja mudar para melhor, dar uma guinada na vida, ter mais tempo para si, melhorar seus relacionamentos, entre outras questões, grandes especialistas do coaching, mentoring e da Programação Neurolinguística poderão ajudá-lo. Independentemente do que busca, com técnica e foco poderá conquistar com as dicas dos escritores desta obra. Muitos deles trabalham com pessoas físicas e empresas e aplicaram de maneira extraordinária o seu conhecimento. Nas próximas páginas não encontrará a autoajuda, mas despertará para novas práticas já empregadas com sucesso".

A obra teve coordenação editorial de André Percia e Mauricio Sita - Editora Ser Mais – 1ª edição – 2015 – 392 páginas 

.

O que não é Coaching


Para saber o que é o Coaching, pode ser interessante entender também o que não é Coaching. Porque algumas pessoas podem se confundir sobre os conceitos!

Coaching não é Terapia

Terapia é trabalhar com um cliente que procura alívio para sintomas físicos e psicológicos, que quer a cura emocional e o alívio do sofrimento mental. A terapia tende a se envolver mais com a compreensão e a trabalhar mais com experiências passadas, enquanto o Coaching foca na solução, no futuro e na ação. O Coaching não é remediativo, ele é generativo.

Coaching não é Treinamento

Treinamento visa adquirir conhecimento ou habilidade através do estudo ou ensino. O professor é um expert, que passa o conhecimento para o aluno, o professor sabe algo que o estudante não sabe. No Coaching o oposto é verdadeiro: o cliente é o expert e é ele quem tem as respostas, não o Coach.

Coaching não é Mentoring

Mentoring é quando um profissional com mais conhecimento e sabedoria, dá conselhos e funciona como modelo. O mentor é um “padrinho” com grande experiência para passar ao outro. O Coach não aconselha e não serve de modelo, ele serve apenas como facilitador para que o cliente obtenha o melhor de si mesmo!

Coaching não é Aconselhamento

Aconselhamento é trabalhar com um cliente que se sente desconfortável ou insatisfeito com sua vida, procurando direção e conselhos. O conselheiro trabalha de forma a remediar o problema do cliente. O Coach não vai dizer para o cliente o que fazer, nem dar palpites sobre suas decisões.

Coaching não é Consultoria

Um consultor oferece conhecimento e experiência e resolve problemas de negócios ou desenvolve o negócio como um todo ou de partes específicas. Os consultores somente indiretamente afetam as pessoas individualmente. É um perito contratado para dar conselhos, informações, avaliações e diagnósticos na sua área de expertise.

20 DICAS PARA BONS RELACIONAMENTOS

1. Sorria e AME incondicionalmente. Abrace as pessoas com essa verdade! Você pode melhorar o dia de alguém com isso! 
 
2. Ouça ATIVAMENTE. Procure ficar atento para as suas necessidades e as dos que estão ao seu lado, podendo ser proativo, não por impulso, mas porque você escuta bem e observa. As pessoas gostam mais das conversas em que as escutamos, do que daquelas em que damos conselhos ou falamos sobre nós mesmos; 
 
3. Fale ASSERTIVAMENTE. Mas fale para a pessoa certa. Pense para falar, escolha as palavras certas e dê o feedback de forma assertiva. “Quem ama, dá feedback”, por mais difícil que seja ouvi-lo, às vezes, com ele você pode melhorar e estamos aqui para nos desenvolver; 
 
4. Tenha CALMA e repense. Não leve nada para o lado pessoal, tudo tem um motivo antes de você. Muitas vezes, o motivo é um estresse fora da situação com você. Evite intrigas que você mesmo esteja causando por “criar histórias;
 
5. Evite falar mal das pessoas, se você tem isso como um hábito, a lógica é que vá falar mal de todos, inclusive de quem está te ouvindo; 
 
6. PERDOE e lembre-se que ficar com raiva é “tomar veneno acreditando que o outro vai ser envenenado”. Você não precisa concordar com tudo, mas pode RESPEITAR. O que significa não fazer cara feia, antes sim, se colocar no lugar do outro e tentar compreender. E isso é chamado EMPATIA;
 
7. Lembre-se de que se você está com raiva ou feliz, animado ou com sono, pensando em coisas boas ou pensando em coisas ruins, você irá CONTAGIAR quem estiver ao seu redor e atrair tudo o que esteja na VIBRAÇÃO DO SEU PENSAMENTO;
 
8. Sempre se pergunte, para coisas que você julgue boas ou ruins, sobre o porquê de você estar ATRAINDO aquela situação e o que você pode aprender com ela;  
 
9. Evite aconselhar, faça PERGUNTAS PODEROSAS e deixe a pessoa chegar a uma conclusão por si só; 
 
10. TENHA PACIÊNCIA E HUMILDADE, por mais que as coisas pareçam estar agitadas ou que tenham passado do horário certo de serem feitas, é melhor fazer tudo com calma. Quem está nervoso, precisa parar para pensar, pois o nervosismo produz toxinas que causam “cegueira” momentânea; 
 
11. NINGUÉM GOSTA DE RECLAMAÇÃO. Você quer ser o chato reclamão da turma? Aquele que só enxerga o que falta e nunca diz o que está bom por achar que está subentendido? Lembre-se, se você reclama, atrai mais daquilo de que reclama; 
 
12. FOQUE NO POSITIVO E NAS SOLUÇÕES e atraia mais coisas boas, positivas e menos problemas; 
 
13. MUDE SUAS PERGUNTAS ou suas palavras de poder: “Quais são minhas expectativas?”; Aqui você depende do que os outros podem fazer por você e, normalmente, ficará frustrado. MELHORE: “Quais são os meus objetivos?”; “O que quero aprender sobre mim aqui?”; “O que posso e quero conquistar aqui?” 
 
14. ACREDITE: nunca é responsabilidade do outro, quando sentir que alguém fez algo a você que não deveria ter feito, ou que o atrapalhou, se pergunte por que você permitiu ou atraiu a situação, antes de reclamar dessa pessoa. Talvez tudo esteja apenas no fato de como você esteja OLHANDO a situação. Lembre-se de que quando você muda, o mundo muda. 
 
15. E se pergunte: O QUE EU ESTOU FAZENDO DE IGUAL QUE NÃO ME PERMITE TER RESULTADOS DIFERENTES DOS QUE NORMALMENTE TENHO? 
 
16. SEJA PONTUAL NA VIDA QUE A VIDA SERÁ PONTUAL COM VOCÊ
 
17. SEJA GRATO. Quando você encontra motivos para ser grato, tudo ao seu redor será enxergado com melhores olhos. Problemas ou pessoas negativas se afastam e, melhor do que isso, as pessoas ao seu lado começam a ficar gratas também;
 
18. HONRE SUA PALAVRA E OS COMPROMISSOS QUE VOCÊ FEZ. Se você disse que fará, faça. Ou, simplesmente, diga que não pode fazer. 
 
19. PARA BEM SERVIR AOS OUTROS, ESTEJA BEM E EM PAZ CONSIGO MESMO. Ninguém pode dar o que não lhe sobra;
 
20. CELEBRE TODOS OS RESULTADOS! Por menores que sejam, se você não celebrar, ficará tendo o mesmo resultado, pois não estará livre para dar o próximo passo, afinal, tudo é um ciclo, por isso é melhor abrir e fechar todos. E nada melhor que terminar algo, celebrando!
 
“O ativista não é aquele que diz que o rio está sujo, mas aquele que limpa o rio.”
Madre Tereza de Calcutá
 
 
Artigo de: Escola de Liderança Condor Blanco - https://www.facebook.com/LiderazgoCB

 
 

Como atua o Personal Coach


- O Coaching é uma relação de parceria entre o Coach e o Cliente.

- O Coach não precisa ser um expert no campo de trabalho do cliente. Ele só precisa ser expert na metodologia e nas ferramentas do Coaching.

- O Coach focaliza e trabalha com os objetivos escolhidos pelos clientes. Modela o Coaching para cada cliente em particular e suas necessidades.

- O Coach focaliza nos valores dos clientes e os ajuda a vivenciar esses valores, enquanto alcançam seus objetivos. Oferece novas perspectivas, explicita os recursos e estratégias do cliente.

- O Coach tem as perguntas, o cliente tem as respostas. O cliente faz o trabalho e alcança seus objetivos. O Coach é um recurso facilitador.

- O Coach desenha tarefas para ajudar o cliente a alcançar seus objetivos, superar suas limitações percebidas, testar suas crenças,  ideias sobre o mundo, sobre outras pessoas e sobre si próprio.


No Coaching Pessoal se trabalha com o cliente em sessões individuais com a perspectiva de apoia-lo a ampliar seu mapa de mundo, ou seja, a forma como percebe a vida, a realidade e como lida com seus limites, crenças e com os resultados que consegue alcançar. O foco é mudar, encontrar soluções e ampliar os horizontes! 

Contratar um Coach é contratar um estrategista! O Coach vai fazer perguntas que a pessoa normalmente não faria a si mesma e que, em combinação com outras ferramentas, buscam extrair respostas mais específicas do cliente, para que ele encontre informações e soluções que não tinha antes de ter respondido. E assim a pessoa poderá abrir caminhos para alcançar resultados que hoje não tem! A ideia é: se fosse para continuar da mesma forma que é e está, não seria necessário contratar um Coach, certo?